Hotel Park Suites / Juma Lodge

Oi Ricardo só agora chegamos em casa ,pois nossa viagem continuou na chapada diamantina!
Foi tudo muito gostosso ai em Manaus e vizinhança,o hotel Tropical Business como sempre muito agradavel,excelente custo beneficio.
O Juma Lodge é bem exotico,as pessoas que trabalham lá sao otimos,adoramos!
Só fica uma vontade que as pessoas valorizem mais as frutas e cultura local e que a estrutura do Juma em si de mais conforto pro seus hospedes,como o ventilador ficar ligado enquanto estiver gente dentro,pois o preço que se paga é caro,e é muito calor,impossivel sem ventilador.Ah,o papel higenico pode ser de melhor qualidade tb!
Mas gostamos e valeu a pena!
Abraços
Sandra

Hotel Park Suites

Prezado Ricardo, bom dia.
Infelizmente não retornei ao “lar”, mas sim, sigo em viajem pelo Amazonas.
Obrigado pela atenção e cuidado, mais uma vez parabéns.
Quanto aos seus serviços achei-os excelentes e vc extremamente competente e diligente, aliás características difíceis de se encontrar aqui no estado.
Como vc sabe sempre fico em Manaus no Novotel do distrito e desta vez tive que estar no Tropical Business para acompanhar investidores estrangeiros que haviam feito reservas antecipadas.
Estou montando uma “joinventure” para certificação internacional de uma área que possuo no Amazonas e isso tem me dado muito trabalho.
No Novotel tenho preço e apartamento diferenciados por conta ser “habituè”.
Como fico 10 dias por mês em Manaus me acostumei ao serviço deles, que, como hotel eminentemente executivo é diferente em vários aspectos do Tropical Business.
O único problema de lá é a distância do centro e a falta de “atrativos” próximos para turistas estrangeiros que vêm à Manaus pela primeira vez.
Quanto ao hotel confesso que me decepcionei em que pese ter gostado muito da localização e vista porque, realmente, é fantástica.
Pedi e me foi concedido um andar alto que realmente “encheu”meus olhos.
Mas, lamentavelmente, acredito que o hotel deve viver só do “visual”.
O atendimento é fraco, displicente, e a manutenção em termos gerais deixa muito a desejar.
No meu pessoal entendimento é o chamado “hotel de turismo rotativo” que não se preocupa muito com os detalhes por conta do “giro” que devem possuir ou das dificuldades financeiras que podem estar passando.
Vou contar três episódios para não alongar o e-mail:
A torneira da mangueira de higiene íntima (ao lado do vaso – apto. 1324) um dia vasou e inundou o banheiro.
Pedi que consertassem e para minha surpresa eles isolaram a torneira, ou seja, não saia mais água.
Resolveu o problema do vazamento, mas inutilizou seu uso?????
O ar condicionado não resfriava o suficiente e mesmo tendo chamado por 03 vezes a manutenção não foi resolvido.
Um dos dias trabalhando no apto. cheguei a suar.
Este problema foi apontado por mais dois dos estrangeiros que estavam comigo no hotel como insolúveis também em seus apartamentos.
Um dos problemas mais graves é a internet que parece que estão tentando consertar.
Para executivos essa é a principal ferramenta de trabalho, que em um hotel que se diz “business”, não poderia ter qualquer variação, queda, capacidade ou problema de sinal.
Mais alguns detalhes interessantes foram:
O caminho do hall para a piscina passa por dentro do restaurante e ouvi comentários de um casal de mais idade, de Santa Catarina, que se sentiu constrangido por estar passando pessoas sem camisa e em trajes de banho enquanto almoçavam. Aliás não se deveria permitir trajes de banho e pessoas sem camisa de transitarem pelas dependências comuns do hotel.
Outro detalhe interessante é a falta de ladrilhos na piscina, que pode ocasionar cortes e acidentes.
Deve haver muitos roubos de copos no hotel porque o room service usa copos descartáveis. Em hotéis dessa categoria é a primeira vez que vejo.
Na sexta-feira houve a festa na praia do hotel e parecia que havia se tornado um encontro de jovens alcoólatras.
Muita algazarra e bebedeiras na piscina, corredores e demais dependências, com jovens casais (maiores e menores) completamente bêbados transitando pelos corredores em roupas de banho (e sem camisa – tbem meninas) entrando e saindo dos apartamentos com a maior naturalidade e sem qualquer impedimento.
Não sou falso moralista mas nunca vi tamanha orgia em minha vida. Deve ser “sinal dos tempos”.
Se tivesse alguém do juizado de menores ou um juiz de direito sério hospedado havia interditado o hotel, que aliás virou um “motel” de estudantes ao “estilo porkis”.
Do barulho do som da festa não é preciso nem comentar! Afinal, não iria conseguir dormir por causa da confusão nos corredores de qualquer jeito.
Pior foi minha saída (às 3h AM-28/11), aliás não só a minha mas de outros hospedes que devem ter perdido o avião.
Primeiro o cartão de crédito Visa (Real – Gold) não passava porque por 03 vezes deu como linha indisponível e o funcionário da recepção quis dar a entender que era problema no limite de meu cartão, que, diga-se de passagem É ILIMITADO!
É possível que as linhas estivessem congestionadas por conta do grande fluxo de pessoas naquela região e isso não é nenhum problema, mas se justificar dizendo que o problema foi de limite do MEU CARTÃO foi uma desculpa absurda e constrangedora. Não houve problema com meu limite e sim com a linha de comunicação! Em momento nenhum apareceu transação não aceita!
Faltou tato e conhecimento ao funcionário, talvez porque não foi adequadamente treinado.
Mas pela Lei de Murfy “se algo tem que dar errado, vai dar errado” – as dificuldades não param por aí.
Houve um engarrafamento insolúvel porque não havia quem controlasse a entrada e saída dos carros no hotel por causa do festival.
Como quem controlava o estacionamento permitiu que os carros parassem dos dois lados da via de acesso não havia espaço para mais de um veículo passar.
Ficou um impasse entre um caminhão que saia com um micro-ônibus (que entrava para buscar hospedes para levá-los ao aeroporto) que ficaram frente a frente com enormes filas de carros atrás de cada um.
Como ia perder meu avião tive que descer do carro em que estava e começar a dar ordens aos seguranças e motoristas de ambas as filas e depois de 20 min EU CONSEGUI RESOLVER O PROBLEMA, isso referente à saída dos carros que estavam dentro do hotel, mas os dois ônibus que queriam entrar não conseguiram até aquele momento em que consegui sair.
Cheguei em cima da hora no aeroporto e não vi os hospedes estrangeiros que estavam no saguão. Podem ter se atrasado e perdido o avião.
Infelizmente não fotografei, mas faço questão de fazer na próxima vez porque tudo foi (espero) um “sonho” ruim.
Estou em Parintins e vou para minhas áreas na Barreirinha.
Dentro de dez (10) dias volto para Manaus e, infelizmente, vou ter que ficar neste hotel novamente porque tenho nova reunião com estrangeiros que não conhecem Manaus e querem ficar lá.
Confesso que não tive coragem de contar o que aconteceu, mas deixo ao amigo essas impressões para que possa repassá-las a quem de direito, inclusive, se desejar, citando meu nome para qualquer esclarecimento adicional.
Quando estiver retornando lhe aviso para que possa fazer as reservas.
Agradeço toda a atenção dispensada a minha pessoa e seu diligente e competente trabalho.
Um abraço.
André Manfredini

Hotel do Largo / Ariaú Towers

Ola Ricardo,

Adorei a viagem!!!!
Hotel do Largo: Gostei bastante do hotel (limpo com boa localizaca). Alias, a localizacao é otima, consegui visitar os principais pontos turisticos do centro tudo a pé.

Hotel da Selva Ariaú Amazon Towers: Achei a diaria muito cara mesmo, talvez pelo grande número de estrangeiros que o procuram. É um lugar para descansar, já que se vc não participar dos passeios propostos pelo pacote, não há muita coisa para se fazer a nao ser descansar e aproveitar a natureza. Mas gostei da experiencia. Fui em todos os passeios (os quais foram muito interessantes). Inclusive a de nadar com os botos, que foi muito legal mesmo.
Essa é um lugar que vc deve ir se quer estar mesmo em contato com a natureza. O que me surpreendeu é que não há tantos insetos como imaginava.
Ainda quero voltar na época em que o rio está cheio, deve ser mais bonito ainda.

Teatro Amazonas:
Lindo!! A visita guiada foi ótima.
Tive ainda a oportunidade de assistir um concerto da Filarmonica. Amei!!

Encontro das Aguas:
Passeio imperdivel!! Se vc não for ao “Encontro das aguas” não foi para Manaus.

Mercado:
Como estava em reforma, só pude passear nos “stands” ao redor do mercado. Achei que foi uma boa opção para fazer as compras dos souviniers e artesanatos.

Comida:
Não deixem de experimentar os peixes da região (tucunaré, tambaqui e tucunaré).
Cheguei a experimentar o tacacá, mas achei um pouco azedo demais. Mas vale a pena experimentar!

Erica

Juma Lodge

Hi Luciana,

We had a very lovely trip to the Amazon Juma Lodge. Thanks for all your help.

The courtesy transfer was excellent, the driver even pointed out sights in Manuas we could visit when we get back from the tour and helped with our luggage.
The transfer via boat and van to the lodge was fine too, a bit crammed on the second boat as family was visiting the lodge.
Accommodation at the lodge is excellent, the huts are really nice! lovely to have some entertainment from the parrots and monkeys at the lodge, made it real fun!
However on two occasions when we got back from the morning tour and wanted to have a shower or use the toilet, there was no water.
The tours offered were really interesting but a few more explanations about plants and areas would have been nice.
Staff and guide were lovely!!!
Food was okay, more vegetables and fruits are needed.
Many thanks.

Mandy

Hotel do Largo / Amazon Clipper Tradicional

Hola, Ricardo Daniel!
El paseo en barco Amazon Clipper nos encantò,el guia excelente(Hugo) con amplios conocimientos y siempre dispuesto.La tripulaciòn tambien excelente.Realmente fue una muy buena experiencia.Roxana muy buena cocinera!!Una de las cosas que mas me impactò fueron los indigenas,son gente pura sin contaminaciòn,espero que la “poluciòn humana” no llegue hasta ellos.
Los hijos de Fernando realmente encantadores,nos acompañaron en la caminata en la selva.Sinceramente,me emocionaron esas criaturas.En breve estoy enviando fotos-El rio negro muy limpio y las playas muy bonitas.-El hotel do Largo bueno-Manaus visite el centro historico, hay edificios muy bien conservados-Caminamos por las calles sin ningun problema,inclusive de noche,y todos los ciudadanos a los que pedimos informacion nos la dieron con la cordialidad que a uds. los caracteriza.
Saludos, Jeannette