Amazon Clipper Premium

Prezado Ricardo,
Depois de longas férias retornamos à Zürich e devo dizer que nossa “aventura” ao Rio Negro Amazon Clipper Premium foi maravilhosa! Obrigada por nos ter oferecido a oportunidade de uma viagem confortável, com ótimo pessoal a bordo do navio incluindo amigos de viagem e amigos do staff.
Obrigada e até uma próxima oportunidade.

Neila e Norman

Tropical Hotel / Anavilhanas Lodge / Hotel Millennium

Ricardo,
Eu já conhecia Manaus, mas minha família ainda não, daí o projeto de passarmos as férias no norte do país.
O passeio foi excelente, agradou a todos. A região é mesmo muito bela. Recomendo o passeio!
Agora, uma avaliação por partes:
a) Amazonas by Viverde
Excelente atendimento, forneceu toda as informações necessárias, soube adequar o passeio às nossas expectativas e necessidades.
b) Hotel Tropical Manaus
A construção é antiga e belíssima. Essa pode ser uma primeira recomendação para se se hospedar nesse hotel.
O café da manhã é maravilhoso (há grande variedade de comidas, comidas locais), bem como o jantar e a música ao vido do restaurante da piscina. O atendimento também é muito bom.
Mas tem problemas: há partes antigas não reformadas. Também a limpeza dos quartos do Tropical deixa a desejar. Quando entramos no quarto tivemos de pedir para que a limpeza do banheiro fosse refeita. Não adianta fazer dobras bonitas no papel higiênico e deixar pia e banheira sujos (como fazem muitos hotéis). Fizeram uma limpeza razoável, e assim vi que não adiantava reclamar mais. Os banheiros precisam ser reformados. Debaixo das camas também nunca foi limpo (quem tem criança vê tudo, pois acaba juntando camas, recolhendo brinquedos etc.). A piscina também não é bem limpa. Já a limpeza dos banheiros dos corredores é bem melhor.
São problemas sérios que ofuscam os bons serviços, como, por exemplo, o salva-vidas que cuidava das crianças na piscina, sempre muito atento.
O hotel, como a maioria dos hotéis da região, por conta da chuva excessiva, da umidade e da madeira, exala mofo. Tivemos crises de rinite.
Recomendo a estada no hotel (com a melhora da limpeza nos banheiros!) também por conta dos passeios que saem dessa região, como o encontro das águas, pois o táxi do hotel para o centro da cidade (e vice-versa) é muito caro.
c) Anavilhanas Jungle Lodge
Atende bem os requisitos de hotel de selva. Sobressai o bom atendimento das pessoas que lá trabalham. Os quartos são bem confortáveis e limpos. Os passeios são muito bons, quer para adultos, quer para crianças. Todos se divertem. Claro, a pessoa precisa saber o que é um hotel de selva… se for para gritar por causa da aranha que entrou junto no quarto, da picada de formiga que levou andando pelo hotel; ainda, se for para ficar reclamando que está sem internet, melhor ficar em casa…. Melhor parte: ver o boto cor-de-rosa, tomar banho nas águas quentes e escuras do rio negro.
A alimentação é muito boa, caprichada, com produtos típicos da região. Poderia adequar a alimentação para turistas, estrangeiros e brasileiros, que não vão saber montar uma tapioca; logo, não adianta deixar os ingredientes separados. As pessoas olham para os ingredientes sem saber o que fazer com eles. Nada melhor que uma tapioca quentinha entregue na mão. Também sugiro que a alimentação leve em conta as crianças. Tive problemas com minha filha pequena, pois criança é resistente ao novo. Por exemplo, se o hotel vende lata de refrigerante, por que não vender latas de sucos, como suco de uva, de laranja etc.? No meu caso, resolvi parte dos problemas com as pessoas da cozinha, que forneciam comida que a criança comesse. Com os sucos da região não teve jeito mesmo, assim ela passou tomando somente água todos os dias.
O hotel também exala mofo nos quartos. Tivemos crises de rinite nesse hotel também.
d) Hotel Millenium
Hotel no centro da cidade, dentro de um shopping (atende os desejos de consumo!). Bom para os passeios no centro da cidade, uma vez que a conta do táxi fica menor.
Quartos bem limpos, sem mofo, piscina bem limpa também. Café da manhã bom. Atendimento muito bom, tolerante com horário de saída do hotel, o que é ótimo para quem vai voltar para casa e precisa se adequar ao horário de voo. Precisa, de fato, resolver o problema de cheiro de esgoto que exala dos ralos do box do chuveiro.
Recomendo para os passeios no centro da cidade.
e) Passeios
Nós mesmos organizados os passeios (encontro das águas, centro da cidade, teatro, restaurantes, INPA, zoológico do CIGS etc.). Os restaurantes escolhidos foram ótimos, andar no centro da cidade é muito tranquilo, as pessoas são extremamente acolhedoras, oferecem todas as informações necessárias. Capitania dos portos atenta, veio fiscalizar o barco em que estávamos, para ver atendia as normas de segurança. Não gostamos do passeio no zoológico do CIGS, pois falta infra-estrutura: havia somente um banheiro aberto, no final do zôo, sem água … Ah, como outro turista já reclamou neste site, no passeio do encontro das águas não gostamos de ver os pirarucus presos num espaço extremamente pequeno para a grande majestade deles. Muito triste.
Apesar dos problemas citados, reitero que o passeio foi muito bom mesmo. Assim que for possível, pretendemos voltar.
Rosângela Hammes Rodrigues
(Florianópolis, Santa Catarina)

Hotel Tropical / Ariaú Towers / Encontro das Águas

Boa Noite,

Amamos a Floresta Amazônica, agora podemos dizer que realmente conhecemos o nosso país, a nossa diversidade, cultura, natureza, folclore e as lendas do boto cor de rosa e da vitória régia.

Ariaú Amazon Towers
Encontro das águas
Tropical Manaus

Minhas meninas curtiram o mergulho com os botos cor de rosa e aprenderam muito sobre eles com o João (responsável pelo boto), não queriam mais sair do rio. Aliás o rio Ariaú me encantou com sua beleza, vegetação, pássaros, botos, jacarés, piranhas e a magnitude do silêncio durante o percurso.

Ah….. e os Igarapés e Igapós, que beleza…….

Divertimos muito na trilha, e quando o guia Paulo ofereceu a larva do babaçu dizendo que tinha gosto de côco, abriu o apetite de muita gente e quem experimentou disse que tinha gosto de côco mesmo. Quando retornamos ao barco o guia Washington fez coroa para todo mundo, ficamos muito lisonjeado com o artesanato dele. Parabéns a ele, adoramos o trabalho dele.

Na comunidade dos caboclos descobri a origem da goma de tapioca (eu adoro tapioca) e pudemos apreciar um tira gosto feito na hora. Que delícia !!!!

Vai como sugestão : tapioca no café da manhã no Ariaú.

Em relação ao Ritual Indígena, foi magnífico o passeio de barco no breu da noite, pois pudemos apreciar a escuridão do rio com seus encantos noturnos, pássaros e muito jacaré. E o céu, como brilhava com as estrelas (pois em São Paulo, vc não consegue mais enxergar de tanta claridade que é a noite).

Fiquei decepcionada com o ritual, mas até os índios tbém estão se modernizando, deixando de lado seus costumes.

Adoramos conhecer o seu Elias da comunidade Sâo Tomé. Quanto conhecimento…..quanta dedicação da comunidade para preservar a nossa floresta ..

O passeio ao encontro das águas foi muito bonito, o almoço no restaurante estava muito bom. Achei apenas que não há necessidade de deixar o peixe pirarucu preso, pois achei aquilo muito deprimente para um peixe enorme que vive nas grandezas dos rios da Amazônia.

Peço que continuem com o belo trabalho de divulgação da grandeza da nossa Amazônia.

Não conhecemos a cidade de Manaus, pois a meu sonho era visitar a nossa floresta.

Pretendo ainda retornar para conhecer mais ainda a nossa floresta.

Obrigada.

Mônica K

Hotel Tropical / Ariaú Towers / Encontro das Águas

Ricardo,

A viagem correu tudo bem !!!

Optei por não fazer o passeio do Encontro das águas com a agencia pq era muito demorado, praticamente o dia inteiro. Acabei fazendo por minha conta.

Qto aos hotéis achei o estado de conservação do Ariaú Amazon Towers muito ruim. Faz um bom tempo que eles nao fazem uma manutenção e as condições do hotel no geral não estão boas.

Comentário do Ricardo:
No Ariaú as áreas que estão sendo utilizadas estão dentro de um padrão de operação considerado bom. Agora, as áreas que não estão em operação dão um ar de falta de manutenção quando na verdade deveria estar completamente isolada e com guias explicando o motivo do isolamento. Estão isoladas porque não serão mais usadas, desde a cheia do ano passado ficaram inutilizáveis e os proprietários não tem interesse em reformar. Agora, as áreas que usei estavam em condições para um hotel de selva rústico. Não concorda comigo?

Qto ao Ariau concordo com vc, a menos que na torre que fiquei ( Torre 6 ), metade dos quartos estao abandonados com portas abertas sem fechadura. Dando uma sensacao muito ruim.

Comentário do Ricardo:
Q bom que me disse isso (torre 6), vou alertar o hotel para que façam a reforma por andar, se fosse assim não teria essa impressão. Valeu mesmo.

No Tropical Manaus tb temos poucos quartos reformados. Ele está muito longe de se enquadrar em 4 estrelas. Fiquei nos quartos reformados apos uma grande briga no cheek in. Mas a principio eles me colocaram nos quartos antigos alegando que o hotel estava cheio, etc…..
Mas ok, sem problema nenhum foi tudo ótimo.

Abs,
Alexandre Moura